domingo, 29 de setembro de 2013

Santa Cruz luta, mas fica no 0x0 contra o Sampaio Corrêa

 


 


Santa Cruz esbarrou na forte marcação do Sampaio Corrêa/Foto: Guga Matos/JC Imagem


Ninguém pode acusar que o Santa Cruz não lutou. Durante 90 minutos de jogo, o time coral contou com o apoio do seu torcedor para atacar o Sampaio Corrêa, criar chances de gols, mas não conseguir balançar as redes do adversário. Ao final da partida válida pela Série C do Campeonato Brasileiro, o 0x0 que não estava nos planos da torcida, dos jogadores e da comissão técnica do Santa Cruz.

Após o empate, o Santa Cruz fica fora do G4 do Grupo A. O Tricolor está na quinta colocação, com 28 pontos, um a menos do CRB-AL, que está na quarta posição. A classificação está tão embolada que o Santa Cruz está a apenas dois pontos a mais do Cuiabá, que está na zona de rebaixamento. O Santa Cruz terá a oportunidade para se recuperar no próximo domingo, contra o Brasiliense, novamente no Arruda.

O JOGO

Como era esperado, o Santa Cruz partiu com tudo para cima do Sampaio Corrêa. Embalado pelo apoio da torcida, o Tricolor imprimiu velocidade. No entanto, esbarrou numa defesa bem postada do adversário. Assim, as principais chances de gol da equipe se limitou a bolas alçadas na área, cobranças de falta e de escanteio.

Foi assim que, aos 10 minutos, Luciano Sorriso, em cobrança de falta, alçou a bola na área, o goleiro Rodrigo espalmou mal e Siloé chutou para fora. Essa foi uma das inúmeras cobranças de falta do Santa Cruz. Faltou mais precisão, pois a defesa do Sampaio Corrêa batia cabeça.

Mesmo com o intuito de se defender, o Sampaio Corrêa foi quem primeiro deu trabalho para o goleiro adversário. Aos 15 minutos, Totti chutou rasteiro e Tiago Cardoso se esticou para defender. O time maranhense se limitou a se defender e praticamente não foi mais à frente.

Aos 24 minutos, o Santa Cruz mostrou que estava vivo. Raul cobrou falta e acertou o travessão. O lance motivou o Santa Cruz a acertar mais o passe no setor ofensivo. O atacante Siloé, que estava fazendo a sua estreia, conseguiu se movimentar bem na frente, cruzou rasteiro, a bola passou na frente da pequena área e a zaga afastou.

O Santa Cruz continuou tentando até o minuto final de partida. Aos 44 minutos, num rápido contra-ataque, André Dias passou para Luciano Sorriso, que limpou a jogada e chutou para fora.

O segundo tempo pareceu um repeteco do primeiro. O time coral explorou a velocidade para conseguir o seu objetivo. Aproveitando que o Sampaio Corrêa mantinha a postura defensiva, o Santa Cruz conseguiu ser mais objetivo e chegou a entrar na área adversária. Mas na hora do arremate final, faltou mais atenção. E assim a defesa do time maranhense conseguia se recompor.

O Sampaio Correa foi uma equipe que manteve a postura defensiva. Mas quando conseguia ir à frente, oferecia perigo. Foi assim aos 11 minutos, quando após um escanteio, Lucas cabeceou e Tiago Cardoso espalmou, Mimica chegou junto e acertou a trave. A zaga afastou o perigo em seguida.

Logo depois, o técnico Vica atendeu o pedido da torcida. Ele mandou a campo o atacante Dênis Marques no lugar de Siloé e Renatinho na vaga do apagado Natan. O Santa Cruz cresceu na partida. O time passou a ter mais criatividade no setor do meio de campo. Aos 30 minutos, Nininho cruzou na medida para André Dias, que cabeceou para baixo e a bola beijou a trave direita do goleiro.

O lance incendiou o jogo. O Santa Cruz continuou sufocando o Sampaio Corrêa, que se mostrou bem postado na defesa. A equipe coral variou as jogadas, conseguiu ter penetração na área, mas pecou no momento da finalização. No final, o Sampaio Corrêa foi quem teve duas grandes chances de fazer o gol. Na primeira, Edgar recebeu a bola na área, limpou a jogada e chutou forte. Tiago Cardoso fez uma grande defesa e salvou o Santa Cruz de uma derrota. Depois, o atacante Leandro perdeu uma chance clara de frente para o gol.
Ficha do jogo
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Renan Fonseca, Everton Sena e Tiago Costa; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Raul e Natan; Siloé e André Dias.Técnico: Vica.

Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos, Tote, Mimica, Paulo Sérgio e Deca; Robson Jonas, Arlindo Maracanã e Eloir; Róbson, Leandro e Lucas. Técnico: Flávio Araújo.

Local: Estádio do Arruda.Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vanin (SP) e Fábio Rogério Baesteiro (SP).
Público: 38.434.
Renda: R$ 502.394,00.

Blog do torcedor

Nenhum comentário:

Postar um comentário