domingo, 15 de setembro de 2013

Santa Cruz volta a vencer na Terceirona e se aproxima do G4

Quem disse que Dênis Marques e André Dias não podem jogar juntos Santa Cruz? O técnico Vica não só provou que os dois podem atuar no mesmo time como também contou com gols de ambos os atletas na vitória do Tricolor sobre o Águia por 3x2, neste domingo, no Arruda, pela Série C. Além dos dois atacantes, Everton Heleno anotou para os corais. Keno e Mael fizeram os dos visitantes, que sofreram principalmente no segundo tempo, quando o Tricolor arrumou a marcação e pressionou o adversário. Além dos três autores dos gols corais, Raul também merece destaque no lado dos donos da casa. Dos pés dele surgiram dois passes para balançar as redes.

Com a vitória, o Santa Cruz foi para a sexta posição com 24 pontos e se aproxima do G4 a dois pontos do quarto. A colocação, porém, é provisória. O Sampaio Corrêa, que joga ainda neste domingo contra o Luverdense, pode ultrapassar o Tricolor. O Águia cai para quinto com 25. Na rodada seguinte, a Cobra Coral encara o Baraúnas fora de casa.

O JOGO - Atuando em casa, o Santa Cruz tratou logo de partir para cima do adversário. Com uma marcação mais adiantada, pressionou a saída de bola do Águia e ditou o ritmo nos primeiros minutos. A iniciativa teve resultado quase que imediato. Aos 7 minutos, após belo passe de Raul, Everton Heleno entrou na área e marcou para os donos da casa.

Curiosamente, após o gol, o Tricolor deixou de ter o controle do jogo. Caiu na estratégia do Águia e cedeu espaços para os visitantes atacarem. O jogo ficou movimentado com chances dos dois lados, algo que se tornava perigoso para os corais pois tanto poderia ocorrer o segundo gol como o empate.

E para tristeza da maioria dos torcedores presentes no Arruda, foi o empate que veio. Após vacilo da zaga do Santa, Keno entrou na área e bateu colocado no gol de Tiago Cardoso.

Com a igualdade, as chances continuaram aparecendo para ambas as equipes. Tanto Santa como Águia poderiam ter saído com a vitória ao fim do primeiro tempo. Os goleiros, contudo, impediram isso.

No segundo, porém, o técnico Vica soube arrumar o time do Santa Cruz, principalmente no aspecto da marcação. Assim como na primeira etapa, teve domínio das ações nos primeiros minutos. Só que ao contrário do 45 minutos iniciais, controlou melhor as ações do adversário.
Melhor no jogo, o Tricolor não demorou a obter o seu gol. E outra vez veio dos pés de Raul. O meia passou para André Dias na área e viu o companheiro balançar as redes do Águia. Santa Cruz outra vez na vantagem para festa da torcida.
A Cobra Coral não diminiu o ritmo na partida. Continuou pressionando e apertando o adversário. Não foram poucas as chances perdidas para ampliar o placar. Só que aos 34 minutos da segunda etapa não teve perdão. Dênis Marques chutou e contou com o desvio da zaga dos paraenses para anotar o seu. Vitória praticamente encaminhada.
Perdido, o Águia não levou muitas ameaças para o Santa. No entanto, na única chance mais concreta, deixou o seu com Mael aos 45. O gol, porém, não foi suficiente para impedir a festa coral nas arquibancadas.
FICHA DA PARTIDA - SANTA CRUZ 3X2 ÁGUIA

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Everton Sena, Leandro Souza e Vágner; Nininho, Sandro Manoel, Everton Heleno (Leozinho), Raul (Flávio Caça-Rato) e Panda; André Dias e Dênis Marques (Coronel). Técnico: Vica.

Águia Marabá: Jair; Menezes, Charles e Bernardo (Erivando); Ceará (Neno), Marcelo, Mael, Diego Palhinha e Anderson Luís; Júnior Timbó (Flamel) e Keno. Técnico: João Galvão.

Local: Arruda; Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES); Assistentes: Fábio Faustino dos Santos e Edson Glicério dos Santos (ambos do ES). Gols: Everton Heleno (SC) aos 7 e Keno (A) aos 25 minutos do primeiro tempo; André Dias (SC) aos 10, Dênis Marques (SC) 34 e Mael (A) aos 45 minutos do segundo. Amarelos: Panda (SC), Leozinho (SC), Ceará (A), Vágner (SC), Charles (A) Público: 29.628. Renda: R$ 299.120.
Blog do Torcedor

Nenhum comentário:

Postar um comentário