sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

COPA DO NORDESTE

Santa Cruz quer comemorar em casa



Estádio não recebe uma partida do Tricolor desde o título da Série C do Brasileiro, no ano passado (Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Estádio não recebe uma partida do Tricolor desde o título da Série C do Brasileiro, no ano passado
Exatamente na véspera do dia do centenário. Duelo contra o Bahia. Clássico nordestino e expectativa de casa cheia para a torcida celebrar os cem anos do clube. Um problema: o local da festa, o Lacerdão. Tudo por conta da perda de mandos de campo devido à briga de uma uniformizada em Maceió, ainda na Copa do Nordeste do ano passado. Comemorar a data longe do Arruda, definitivamente, não estava nos planos do Santa Cruz. Mas, para mudar esse panorama, o departamento jurídico coral poderá entrar em ação. O time estaria pleiteando atuar no José do Rêgo Maciel em 2 de fevereiro. Não descumpriria a determinação de primeira instância do Superior Tribunal de Justiça (STJD). Apenas jogaria a partida no Lacerdão mais para frente.

Segundo informações repassadas ao Superesportes ontem, o clube iria acionar ainda o advogado Osvaldo Sestário Filho – o mesmo do “caso Everton” -, indicado pela Liga do Nordeste e por clubes das quatro divisões no Brasil para defender casos no STJD, no Rio de Janeiro. O que facilitaria as possíveis negociações junto à CBF.

O advogado do Santa Cruz, Eduardo Lopes, por sua vez, prefere não adiantar quase nada sobre o assunto antes de ser comunicado oficialmente pelo presidente Antônio Luiz Neto sobre a tentativa da alteração na tabela. Entretanto, admite que a possibilidade da permuta, de fato, existe. “Ainda é prematuro falar qualquer coisa. Mas sabemos que é possível, porque questões no futebol são interpretativas. É diferente de um Código Penal, por exemplo. Tudo no futebol beira mais o bom senso”, declarou o profissional.

O mandatário tricolor também fala do assunto de forma evasiva, embora afirme que a ideia, realmente, já foi tratada dentro do clube. “Hoje, eu não enxergo essa possibilidade. Já havíamos até cogitado isso, mas estamos trabalhando com esse jogo mesmo lá em Caruaru”, despistou Antônio Luiz Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário